Harpon 321

Conforto e segurança ao segurar objetos escorregadios, pesados ou ásperos em ambientes altamente agressivos

  • Adequado para uso de longa duração, graças ao conforto do suporte têxtil e bom isolamento térmico
  • Vida útil otimizada: alta resistência à abrasão

Aplicações

  • Pesca
    • Manuseio de peixes
    • Fazenda de ostras
    • Trabalho com produtos congelados

Detalhes do produto

  • Cat. 2
  • Mechanical hazards EN 388
    4131
  • Low Chemical Protection EN 374
  • Heat and fire EN 407
    X2XXXX
Material Látex natural
Cor Laranja
Acabamento interior Suporte têxtil
Acabamento exterior Aderência reforçada
Comprimento 32
Espessura 1.35
Tamanho 6 7 8 9 10
Embalagem 1 par/saco
50 pares/caixa
Proteção Impermeável - Harpon 321 - situation

Instruções operacionais

Instruções de utilização

  • Recomenda-se verificar se as luvas são adequadas para o uso pretendido, visto que as condições de uso no local de trabalho podem ser diferentes daquelas dos ensaios para certificação.
  • O uso destas luvas não é recomendado para pessoas com sensibilidade a látex, ditiocarbamatos e tiazolos.
  • Calce as luvas nas mãos limpas e secas.
  • Não use as luvas em contato com uma substância química por um período superior ao tempo medido de sua resistência. Em caso de dúvidas entre em contato com o Serviço Técnico ao Cliente - MAPA PROFESSIONNEL (faleconosco@mapaspontex.com.br)
  • Dobre o punho para evitar que produtos químicos escorram para os braços.

Condições de armazenamento

Armazene as luvas em sua embalagem original, ao abrigo da luz do sol, longe de fontes de calor e equipamentos elétricos.

Condições de lavagem

Antes de retirar as luvas, limpe-as de forma apropriada:

  • depois de uso com solvente (álcool, etc): esfregue com pano seco
  • depois de uso com detergentes, ácidos ou álcalis: lave as luvas cuidadosamente em água corrente, e esfregue com pano seco

Cuidado: o uso inadequado das luvas ou sua exposição a um processo de limpeza que não seja especificamente recomendado pode alterar o nível de desempenho.

Condições de secagem

Verifique se o interior das luvas está seco antes de reutilizá-las.

Legislação

Este produto não é classificado como sendo perigoso de acordo com o regulamento (CE) n.º 1272/2008 do Parlamento Europeu e do Conselho (CLP). Este produto não contém substâncias preocupantes com teores superiores a 0,1% nem substâncias constantes do anexo XVII de acordo com o regulamento n.º 1907/2006 do Parlamento Europeu e do Conselho (REACH).

Documentação

Escolha o tipo de documentação que deseja
Eviar ou fazer download da documentação

Você pode enviar a documentação por e-mail ou fazer o download.

Será enviado um e-mail contendo toda a documentação selecionada

Se a sua seleção inclui mais de um documento, será criado um arquivo ZIP contendo toda a documentação

Tabela química

Produto químico CAS # BTT
(minutos)
Nível de
permeação
Padrão Nível de
degradação
Classificação
Metanol 99% 67-56-1 35 2 EN 374-3:2003 NT
NA
Peróxido de Metiletil Cetona (2-Butanona) 99% 78-93-3 19 1 EN 374-3:2003 NT
NA

* resultado não normalizado

Classificação Geral de Protecção Química

O grau de protecção é determinado tendo em conta os efeitos da permeação e degradação, com vista a proporcionar aos utilizadores uma directriz de protecção geral aquando da utilização das nossas luvas contra produtos químicos específicos.

Utilizadas para elevada exposição química ou imersão química, limitadas a BTT com base num dia de trabalho.

Utilizadas para contactos químicos repetidos, limitadas a exposição química total, ou seja: BTT acumulado com base num dia de trabalho.

Apenas protecção contra salpicos, perante uma exposição química, as luvas deverão ser descartadas, sendo utilizadas novas luvas o mais rápido possível.

Não recomendadas, estas luvas são consideradas adequadas para trabalhar com este produto químico.

NT : Not tested

NA : Not applicable because not fully tested (only degradation OR permeation results)

The chemical test data and overall chemical protection rating should not be used as the absolute basis for glove selection. Actual in-use conditions may vary glove performance from the controlled conditions of laboratory tests. Factors other than chemical contact time, such as concentration and temperature, glove thickness and glove reuse, may also affect performance. Other glove requirements, such as length, dexterity, cut, abrasion, puncture and snag resistance, or glove grip also need to be considered in making your final selection.