Ultranitril 492

Boa resistência mecânica e proteção química de longa duração

  • Destreza e conforto, graças ao formato anatômico e à qualidade do forro de algodão flocado
  • Vida útil mais longa: excelente resistência mecânica (abrasão, perfuração)
  • Boa aderência devido ao antiderrapante em alto relevo

Aplicações

  • Indústria automotiva / mecânica
    • Tratamento/desengraxe de metais com solventes
    • Usinagem de peças usando óleo de corte
  • Serviços Públicos (Limpeza)
  • Indústria Construção (Carpinteiro / Marceneiro)
    • Manuseio de Colas a base de PVC
    • Preparação de Tintas e Vernizes
  • Indústria Construção (Pedreiro / Gesseiro)
    • Manuseio de Óleos, Solventes e Detergentes
  • Serviços Públicos (Parques e Espaços Públicos)
    • Produtos de tratamento de Plantas

Detalhes do produto

  • Cat. 3
  • Mechanical hazards EN 388
    4101
  • Specific Chemical Protection EN 374
    AJKL
  • Micro-organisms EN 374
Material Nitril
Cor Verde
Acabamento interior Flocado
Acabamento exterior Antiderrapante
Comprimento 32
Espessura 0.38
Tamanho 6 7 8 9 10 11
Embalagem 1 par/saco
10 pares/saco
100 pares/caixa
Proteção Química - Ultranitril 492 - situation
Proteção Química - Ultranitril 492 - situation

Instruções operacionais

Instruções de utilização

  • Recomenda-se verificar se as luvas são adequadas para o uso pretendido, visto que as condições de uso no local de trabalho podem ser diferentes daquelas dos ensaios para certificação.
  • O uso destas luvas não é recomendado para pessoas com sensibilidade a látex, ditiocarbamatos e tiazolos.
  • Calce as luvas nas mãos limpas e secas.
  • Não use as luvas em contato com uma substância química por um período superior ao tempo medido de sua resistência. Em caso de dúvidas entre em contato com o Serviço Técnico ao Cliente - MAPA PROFESSIONNEL (faleconosco@mapaspontex.com.br)
  • Dobre o punho para evitar que produtos químicos escorram para os braços.

Condições de armazenamento

Armazene as luvas em sua embalagem original, ao abrigo de luz, umidade e calor.

Condições de lavagem

Antes de retirar as luvas, limpe-as de forma apropriada:

  • depois de uso com tintas, pigmentos e tinturas: limpe com um pano limpo úmido com o solvente adequado, e esfregue com pano seco
  • depois de uso com solvente (diluentes, etc…):: esfregue com pano seco
  • depois de uso com ácidos ou álcalis: lave as luvas cuidadosamente em água corrente, e esfregue com pano seco

Cuidado: o uso inadequado das luvas ou sua exposição a um processo de limpeza que não seja especificamente recomendado pode alterar o nível de desempenho.

Condições de secagem

Verifique se o interior das luvas está seco antes de reutilizá-las.

Legislação

Este produto não é classificado como sendo perigoso de acordo com o regulamento (CE) n.º 1272/2008 do Parlamento Europeu e do Conselho (CLP). Este produto não contém substâncias preocupantes com teores superiores a 0,1% nem substâncias constantes do anexo XVII de acordo com o regulamento n.º 1907/2006 do Parlamento Europeu e do Conselho (REACH).

Documentação

Escolha o tipo de documentação que deseja
Eviar ou fazer download da documentação

Você pode enviar a documentação por e-mail ou fazer o download.

Será enviado um e-mail contendo toda a documentação selecionada

Se a sua seleção inclui mais de um documento, será criado um arquivo ZIP contendo toda a documentação

Tabela química

Produto químico CAS # BTT
(minutos)
Nível de
permeação
Padrão Nível de
degradação
Classificação
1,1,1-Tricloroetano 99% 71-55-6 45 2 EN 374-3:2003 1
-
2-Butoxietanol (Butil Cellosolve) 99% 111-76-2 236 4 EN 374-3:2003 3
++
2-Nitropropano 99% 79-46-9 NT NT 1
NA
2-Propanol (Isopropanol) 99% 67-63-0 360 5 EN 374-3:2003 3
++
Acetato de vinila 99% 108-05-4 9 0 EN 374-3:2003 1
-
Acetona 99% 67-64-1 3 0 EN 374-3:2003 1
-
Ácido acético 99% 64-19-7 47 2 EN 374-3:2003 1
-
Ácido clorídrico 10% 7647-01-0 NT NT 4
NA
Ácido clorídrico 35% 7647-01-0 NT NT 4
NA
Ácido fosfórico 75% 7664-38-2 480 6 EN 374-3:2003 4
++
Ácido sulfúrico 96% 7664-93-9 80 3 EN 374-3:2003 1
-
Bromo 100% 7726-95-6 18 1 EN 374-3:2003 NT
NA
Bromobenzeno 99% 108-86-1 9 0 EN 374-3:2003 NT
NA
Ciclo-hexano 99% 110-82-7 480 6 EN 374-3:2003 4
++
Ciclohexanona 99% 108-94-1 29 1 EN 374-3:2003 1
-
Diclorometano (Cloreto de Metilo) 99% 75-09-2 1 0 EN 374-3:2003 1
-
Dietilamina 98% 109-89-7 17 1 EN 374-3:2003 1
-
Dimetilformamida 99% 68-12-2 NT NT 1
NA
Dimetilsulfóxido 99% 67-68-5 47 2 EN 374-3:2003 1
-
Estireno 99% 100-42-5 9 0 EN 374-3:2003 1
-
Etanoato de Butila 99% 123-86-4 25 1 EN 374-3:2003 1
-
Etanol 95% 64-17-5 130 4 EN 374-3:2003 3
++
Éter Metil t-Butílico 98% 1634-04-4 240 4 EN 374-3:2003 3
++
Etilenoglicol 99% 107-21-1 NT NT 4
NA
Gasolina sem chumbo mixture 8006-61-9 98 3 EN 374-3:2003 4
++
Hidróxido de Sódio 20% 1310-73-2 480 6 EN 374-3:2003 4
++
Hidróxido de Sódio 40% 1310-73-2 480 6 EN 374-3:2003 4
++
Hidróxido de Sódio 50% 1310-73-2 480 6 EN 374-3:2003 4
++
Isômeros Pentano mixture NA 480 6 EN 374-3:2003 NT
NA
Metanol 99% 67-56-1 49 2 EN 374-3:2003 1
-
Metil metacrilato 95% 80-62-6 11 1 EN 374-3:2003 1
-
Metilisobutilcetona 99% 108-10-1 15 1 EN 374-3:2003 1
-
n-Heptano 99% 142-82-5 480 6 EN 374-3:2003 NT
NA
N-metil-2-Pirrolidona 99% 872-50-4 35 2 EN 374-3:2003 1
-
N-N dimetilacetamida 99% 127-19-5 10 0 EN 374-3:2003 1
-
Óleos combustíveis mixture 68476-34-6 480 6 EN 374-3:2003 4
++
Peróxido de Metiletil Cetona (2-Butanona) 99% 78-93-3 5 0 EN 374-3:2003 1
-
Petróleo bruto, Hidrogenado Pesado mixture 64742-48-9 480 6 EN 374-3:2003 4
++
Petróleo bruto, Hidrogenodessulfurizado Pesado mixture 64742-82-1 480 6 EN 374-3:2003 4
++
Tetracloroetileno (Pecloroetileno) 99% 127-18-4 103 3 EN 374-3:2003 3
++
Tetrahidrofurano 99% 109-99-9 4 0 EN 374-3:2003 1
-
Tolueno 99% 108-88-3 16 1 EN 374-3:2003 1
-
Tricloroetileno 99% 79-01-6 4 0 EN 374-3:2003 1
-
Xileno 99% 1330-20-7 33 1 EN 374-3:2003 1
-

* resultado não normalizado

Classificação Geral de Protecção Química

O grau de protecção é determinado tendo em conta os efeitos da permeação e degradação, com vista a proporcionar aos utilizadores uma directriz de protecção geral aquando da utilização das nossas luvas contra produtos químicos específicos.

Utilizadas para elevada exposição química ou imersão química, limitadas a BTT com base num dia de trabalho.

Utilizadas para contactos químicos repetidos, limitadas a exposição química total, ou seja: BTT acumulado com base num dia de trabalho.

Apenas protecção contra salpicos, perante uma exposição química, as luvas deverão ser descartadas, sendo utilizadas novas luvas o mais rápido possível.

Não recomendadas, estas luvas são consideradas adequadas para trabalhar com este produto químico.

NT : Not tested

NA : Not applicable because not fully tested (only degradation OR permeation results)

The chemical test data and overall chemical protection rating should not be used as the absolute basis for glove selection. Actual in-use conditions may vary glove performance from the controlled conditions of laboratory tests. Factors other than chemical contact time, such as concentration and temperature, glove thickness and glove reuse, may also affect performance. Other glove requirements, such as length, dexterity, cut, abrasion, puncture and snag resistance, or glove grip also need to be considered in making your final selection.